Importância das abelhas é tema do 8º Seminário de Meliponicultura

fam cafe02 2 original

 A Prefeitura deu início, na manhã desta terça-feira, 8, ao 8º Seminário de Meliponicultura e do 2º Fórum de Apicultura.        

       A Prefeitura deu início, na manhã desta terça-feira, 8, ao 8º Seminário de Meliponicultura e do 2º Fórum de Apicultura. O evento segue até quinta-feira, 10, no Hotel Dan Inn, situado na rua Alfredo Tosi, 1088, no Núcleo Agrícola Alpha. A abertura do evento foi às 8 horas, com a palestra “Biologia das Abelhas”, que ministrada por Janete Brigante, que falou sobre importância, biologia e manejo das abelhas nativas sem ferrão, e incentivou os participantes de criar e conservar essas espécies.

       Seguindo com a programação, Mauro Souza, apicultor e meliponicultor, ministrou a palestra com o tema “Multiplicação de Meliponíneos”. Ele apresentou a arte de criar as abelhas sem ferrão, que são todas as espécies de abelhas nativas do Brasil. O foco foi trabalhar as abelhas da região. E também de como montar um meliponário, em que se cria colmeias de abelhas para a produção de mel, pólen ou outras colônias.

      De acordo com Mauro, para evitar a extinção das abelhas “é necessário respeitar, manter e preservar a natureza. Todas as abelhas dependem do meio ambiente mais equilibrado. Elas precisam de água limpa de boa qualidade, de terra livre de agrotóxicos, com uma vegetação em quantidade e variedade”.

      O evento ainda contará com uma série de palestras e oficinas. Como, na terça-feira, das 10h30 às 12 horas, acontecerá a palestra com o tema “Produção de Produtos Abelha Tupi”, com o ministrante Wilson Mello. Na quarta-feira, a partir das 9 horas, terá a palestra “Própolis”, com o professor Dr. Ademilson Espencer, com 1h30 de duração. Outras informações podem ser obtidas no telefone: 3724-7080, com Célio Rodrigues.

     Com o propósito de disseminar as melhores práticas sobre a criação e cuidados com as abelhas, o evento vai reforçar também a sua importância estratégica para a fauna e flora, bem como para a produção de lavouras de café e pomares de cítricos e a produção de mel, um alimento dos mais ricos e recomendado a quem busca ter uma boa saúde. Os meliponicultores e apicultores passarão todo o conhecimento de uma forma dinâmica para os participantes.

     A organização do evento tem como parceria a AMSC (Associação dos Produtores de Cafés Especiais da Região da Alta Mogiana), Defesa Agropecuária, do Sindicato Rural de Franca, Faesp (Federação da Agricultura do Estado de São Paulo), Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, Amesampa (Associação de Meliponicultores do Estado de São Paulo) e a empresa Fauna & Flora.

    No Parque “Fernando Costa”, será desenvolvido ainda, nos dias 10, 11 e 12, um curso extra sobre mel e no recinto do evento serão expostos produtos derivados do mel, com espaço de sala de negócios e linha de financiamento com equipes do Banco do Povo Paulista.

Prefeitura Municipal de Franca

Todos juntos, governo e população, seguindo em frente Compartilhando e Avançando de bem com Franca.
logo ipv6br fundo transparente facehost

Contato

  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
 (16)3711-9000
 Rua Frederico Moura, 1.517 - Cidade Nova - Franca/SP - Cep: 14401-150 CNPJ:47.970.769/0001-04 - I.E: isento

Redes Sociais